5.04.2009

O avançar da paixão

O avançar do olhar encostando-te ao meu corpo. Despindo-te, na lentidão dum cair de alça. Num sopro de seda. Baloiçando, sem palavras, no teu olhar. Olhos nos olhos, pedindo um gesto. Uma acção.

O avançar das mãos, perdidas. Coladas ao teu corpo. Soltando-te os cabelos revoltos. Serpentes quentes, delicadas. Um incêndio a galopar na pele. A galopar, galopar. Encostando-te à parede. Tocando-te o interior dos braços. Subindo-os. Subindo-te. As mãos atentas. As mãos no teu rosto.

O avançar de um beijo, longo. Lânguido. Infinito. O primeiro de todos os outros. Um beijo sôfrego. Lambido. Uma proximidade inacabada, por falta de ar. Uma fome de bichos, prolongada nos lábios libertos. Assustados mas não saciados. Desejosos, de reencontro.

O avançar do teu cheiro. Do teu sabor. Do teu movimento no meu. Suspiros e arrepios de mãos entrelaçadas. Transpiradas. Todos. Tudo. Impregnado numa mistura de sentidos. O teu avançar ao meu. O arrebatador avançar da paixão.

7 comentários:

pepita chocolate disse...

SEnsual...sedutor!

Beijoca!

Quase disse...

Escreve duma forma tão "deliciosamente visual"!!
Mais um texto lindo....ao nível do que nos habituou desde sempre....

Nirvana disse...

Um deleite, ler estes textos!

Dry-Martini disse...

Apeteceu-me .)

XinXin

© disse...

bem, vou buscar a manta...
e os suspiros?
:)

ps: gostei do beijo lambido :p

ângela disse...

"assustados mas não saciados. Desejosos, de reencontro"
Quem aguenta isto?
Eu não! É um desafio e um despertar dos meus maiores desejos.
Lindo, a valer
bj

Caty disse...

olha a minha noite de ontem :)

e aqui fica o primeiro comentário de muitos ao blog amigo :)

parabéns!

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin