4.21.2009

Radiografia

Existe mais ADN em certos parágrafos, ou em alguns olhares silenciosos, que em todas as células de um corpo. Que em todo o sangue ou fio de cabelo. É por isso que nenhum cientista conseguirá explicará a unicidade frágil da vida. É por isso que a razão sempre sucumbirá ao instinto. É por isso que a dúvida ou um sorriso sempre fascinarão mais que qualquer certeza ou radiografia.

4 comentários:

Mlee disse...

Por mais controlado que seja um texto, cai sempre uma palavra, cai sempre uma ideia, uma linha, um ambiente sugerido. A escrita diz muito sobre o seu autor, sem dúvida alguma, agora que penso nisso, é engraçado constatar como tantas vezes um texto começa numa direcção e acaba noutra completamente diferente porque o tal instinto nos levou por outros caminhos ... bolas, tenho saudades da minha inspiração ... perdi-a, algures ... :)

xin xin

Dry-Martini disse...

É muito bom escrever sem direcção. Sem o sentido do destino. Uma viagem. Uma descoberta.

Estou certo que a tua inspiração apenas fez uma pausa. Para retomar o seu caminho. Está no teu ADN. Lá está. E não vem nos códigos :)

XinXin

Sandrine disse...

E é por isto que eu te continuo a ler tão deliciadamente! :)

Bjo
s

Dry-Martini disse...

Sandrine,

É um prazer reciproco .)

XinXin

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin