12.01.2006

O canto da sereia

Pescador da barca bela,
Onde vais pescar com ela.
Que é tão bela,
Oh pescador?

Não vês que a última estrela
No céu nublado se vela?
Colhe a vela,
Oh pescador!

Deita o lanço com cautela,
Que a sereia canta bela...
Mas cautela,
Oh pescador!

Não se enrede a rede nela,
Que perdido é remo e vela
Só de vê-la,
Oh pescador.

Pescador da barca bela,
Inda é tempo, foge dela
Foge dela
Oh pescador!

Almeida Garrett

Em qualquer canto do mundo o verdadeiro perigo está na ausência de beleza.

2 comentários:

lilaz disse...

O que é a Beleza?
É tão subbjectivo...

lilaz disse...

Digo subjectivo...

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin