1.24.2010

Eterno

Conta-me essa história, sim, se achares que deve ser, que tem de ser. Mas fá-lo sempre como quem dela esqueceu a maior parte e não consegue lembrar-se do desfecho, final feliz ou não. Assim, escutá-la-ei até ao teu silêncio como um romance antigo, meio lido, perdido agora entre outros numa estante e para sempre incompleto. As outras histórias, de amanhã ou depois, hei-de ouvi-las inteiras: são livros por escrever, lugares distantes, coisas por inventar no tempo que aí vem, nomes que não se adivinham nem magoam.

Maria do Rosário Pedreira

2 comentários:

Nina... disse...

Nome ótimo! Adoro Martini!
Aproveitando, venha conhecer o meu blog, Dama na Mesa. Sexo e muito mais... Espero que goste!

Beijos, Nina

SF disse...

Sabes que sou fã... e sabias que já lançou mais um? Pois é!

XinXin

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin