12.16.2009

Giselle

Amor, ciúme, paixão, inocência, dor e loucura - a levitar
O poder da música e do gesto


Confesso-me maior apreciador de ópera que de bailado, e, apesar de adorar música clássica, gosto normalmente mais da dança contemporânea e de coreografias mais ousadas, mas, às vezes, também sabe muito bem voltar à tradição do que se mantém incrivelmente actual. Porque, por vezes, é bom viajar uns séculos para trás. Porque, por vezes, as palavras são mesmo totalmente desnecessárias.



acompanhada pela Orquestra Sinfónica Portuguesa,
coreografia de Georges Garcia
Teatro Camões

2 comentários:

Viviane disse...

A beleza de um silêncio dançado:)

Princesa Tagarela disse...

...e eu vou ver terça-feira... estou em pulguinhas...

;)

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin