10.20.2009

Cal [Canhota]



Dona de castelo, Adriana Calcanhoto

O lento despir da noite, enlaçando o olhar numa voz de cal. Pintando os lábios com um cálice de tinto, elevando o calor do sangue. O teu cheiro, dentro dos livros, abertos. Soltando frases canhotas, levitando do lado do coração. O fechar da janela para te guardar assim. Aqui. Dentro de mim.

Já vos tinha dito que adoro esta menina?

5 comentários:

pepita chocolate disse...

Também gosto muito de Adriana Calcanhotto!

Muito mesmo!

Beijoca e bom dia!

Nirvana disse...

Gosto muito de Adriana Calcanhoto também!
Xins Xins para ela também.

Vanity disse...

"Entre por essa porta agora, você tem meia hora pra mudar a minha vida... vem vambora"

É para mim um dos refrões mais bonitos de sempre ;)

© disse...


:)

Fábrica de Letras disse...

Nós somos a Fábrica de Letras.
Estamos a iniciar um projecto de blogagens colectivas.
Pretendemos que os bloguers portugueses possam interagir e dar-se a conhecer.
No dia 1 de cada mês, a Fábrica de Letras lançará um tema. Para participar basta escrever um texto sobre o tema proposto e inscrever-se no link que estará à disposição no blog, no dia 15 de cada mês.
Podem ser usados textos,poemas, contos, fotos ou vídeos. Participa, divulga!

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin