6.02.2009

Descanso na tua voz

Descanso na tua voz. Levo-a comigo e liberto-a, devagar. Delicadamente  num correr de água solta. Preciosa. E fico ali, a ouvi-la. Num desenrolar de novelo sedoso. Macio. Tentando não a gastar nunca. Decantando a essência adocicada dos frutos. Não te conheço. Não te quero ver. Basta-me apenas o aroma nacarado da tua voz.

4 comentários:

francis disse...

Sem comentários. Bonito pá, muito bonito.

Dry-Martini disse...

Francis Ford Coppola,

É bonito também ter um comentário de "gajo" para variar :)

XinXin

alfabeta disse...

O francis tirou as palavras da boca, aliás, do teclado.

:)

Dry-Martini disse...

Alfa, não seja Beta .P

XinXin

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin