6.07.2009

Amor, em poema pequeno

No meu amor moram mil choros e um sorriso infinito

12 comentários:

gabrielle disse...

este teu poema pequeno faz lembrar um outro, cantado em grande voz:

"O meu amor tem trinta mil cavalos
a galopar no peito
e um sorriso só dela
que nasce quando a seu lado eu me deito"

Jorge Palma

Satine disse...

uau. sem palavras mesmo. disseste muito em tão pouco..

Bubble MInd disse...

E eu gosto tanto de sorrisos infinitos...

Bubble Kiss**

Miss Glitering disse...

No meu (Amor) também...

:)

um perfeito estranho disse...

E no meu também.
:)

Nirvana disse...

E achamos nós difícil dizer o que é o amor...
Poema pequeno, mas CHEIO!
Apesar dos mil choros, o sorriso permanece infinito, ou seja, está sempre lá.
Lindo :)

© disse...

gosto.
:)

Pearl disse...

Lindo mesmo!


beijos

Clara disse...

Dry,

este post está... Perfeito!

Beijinhos

AR disse...

Poucas palavras a dizerem tanto!

Gingerbread Girl disse...

Bonito... :)

*

Poetic GIRL disse...

Possa como me escapou este post? fantástico! adorei a imagem. bjs

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin