5.18.2009

Invento

Deponho
suponho e descrevo
a pulso

subindo pela fímbria
do despido

Porque nada é verdade
se eu invento
o avesso daquilo que é vestido

Maria Teresa Horta

2 comentários:

Minie disse...

uma grande verdade... (passo a redundância porque as verdades são sempre grandes ainda que por vezes custem a admitir!)

O outro lado do espelho disse...

Excelente escolha!

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin