5.08.2009

Claridade

O tempo, subitamente solto pelas ruas e pelos dias, como a onda de uma tempestade a arrastar o mundo, mostra-me o quanto te amei antes de te conhecer. Eram os teus olhos, labirintos de água, terra, fogo, ar, que eu amava quando imaginava que amava. Era a tua a tua voz que dizia as palavras da vida. Era o teu rosto. Era a tua pele. Antes de te conhecer, existias nas árvores e nos montes e nas nuvens que olhava ao fim da tarde. Muito longe de mim, dentro de mim, eras tu a claridade.

José Luis Peixoto

8 comentários:

© disse...

gosto. mesmo muito! :)

Pi disse...

Este José Luis Peixoto....rendo-me a quase tudo o que ele escreve!

Dry-Martini disse...

c...zinha,

De quê? :)

XinXin

Dry-Martini disse...

3,14 (Pi)

Também gosto, apesar de longe dos meus favoritos .)

XinXin

Satine disse...

adorei :)

Moleskine disse...

Lol.
Convido a ver o meu post de ontem...: )

© disse...

o que eu gosto?
hummmmm
gosto das árvores, dos montes, das núvens, ... gosto de claridade...
mais
gosto do que este senhor escreve, gosto que tenhas escolhido este texto para o escreveres aqui hoje, ou ontem, ou depois de whatever..... :)
mais
gosto de falar contigo ;)
gosto de musicas brilhantes :D

escrevi para o mundial.
[os dedos a fugir.......]

Bubble MInd disse...

gosto...:)

ficou mto mais bonito este teu espaço.. rende-te às evidÊncias de há por aí mta gente que gosta spr de passar por cá, mesmo que na maior parte das vezes nãos e deixe um comentário e nem se dê pela sua passagem.. mas a verdade é que elas passam:) e voltam...
Xin XIn

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin