1.27.2009

Numerologia

Zero:
Sou um político consensual. Se à esquerda me dou com todos à direita faço toda a diferença.

Um:
Sempre gostei de ser o primeiro. Apenas fico fulo com o zero nas contagens decrescentes.

Dois
Isto de ser indicativo telefónico tem muito que contar. É que todos têm a mania de me porem os dedinhos em cima. Felizmente ando menos tonto desde que acabaram com os telefones de disco.

Três
Isto tem o seu quê de humor negro ser a terminação da conta que Deus fez e ao mesmo tempo do ex-concurso do Carlos Cruz.

Quatro
Chamem-me acelera. Chamem-me o que quiserem. Não prescindo do Audi quattro!

Cinco
Eu sei que me sou bom de apertar mas podiam variar um pouco do “dá cá mais cinco”.

Seis
Ainda gostava de conhecer o engraçadinho que me pôs a alcunha de meia dúzia. Ele não deve conhecer o número da besta.

Sete
Não sei porque razão todos têm a mania de me chamarem pecador. Então e as semanas no Tibete? E os anões não contam para nada?

Oito
Isto de ser número redondo tem muito que se lhe diga. É que tenho a vida feita num oito.

Nove
Continuo a dizer aos outros que não podem passar sem mim. Mas os tipos não me deixam tirar a prova dos nove.

3 comentários:

T disse...

Muito bom.

Felina disse...

Excelente matematico

Poupinhas disse...

Gostei.

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin