12.23.2008

Touro tranquilo

Avança em passos negros
Firmes. Precisos.
Vestindo apenas o sangue quente
para abraçar a morte do último beijo

Avança em passos negros
Consciente do vazio de fim que se abre para trás
No largar das mãos. No baixar dos braços
Uma fenda que rasga a terra e a carne. Na distância.

Avança em passos negros
Com cento e uma imagens da dança de suas lides
Repletas de vida. Plenas de sentidos
Algo que nem todos vivem. Por quem muitos morreriam

Retirada a espada da sua passagem funda
Cravada algures. Eis que pára o Touro
Caindo finalmente na arena
Numa cor de noite cálida

A mais negra
A mais sombria
A cor dos passos negros
Sem mais caminho para andar



5 comentários:

Mlee disse...

Aiiiiiiiiiii ... eu que adoro tourada, confesso que ver o touro morrer na praça é algo que me dói até às entranhas. A imagem arrepiou-me ...

Dry-Martini disse...

Não gosto de tourada e sou contra os touros de morte, mas queria uma imagem suficientemente forte

XinXin

Mlee disse...

Tenho uma profunda dmiração pela coragem, pela bravura e pela camaradagem dos grupos de forcados.
De toda a festa dos touros, é o que de facto admiro.
Não há palavras para o que é necessário ter, ao ver uma bisarma de 600 kilos a avançar para nós a toda a velocidade e fúria...
Acho o toureio a cavalo, quando bem feito, uma coisa linda de se ver, mas reconheço que, aqui, já sofro pelo touro e pelo cavalo e nunca, mas nunca, tenho pena dos homens, estão lá porque querem e sabem ao que vão ...
Tenho sangue alentejano na família, cresci a passear no campo e no meio de touros bravos e tenho vários primos que foram forcados ...

xin xin

Dry-Martini disse...

Menina Mlee,

O Touro é puramente metafórico .)

XinXin

Mlee disse...

Já aí tinha chegado, estava a falar só da imagem ... adiante ...

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin