9.16.2008

Dopagem musical





Informa-se (mesmo sem qualquer interesse – já basta o Eng. Socrates – apenas por mera automotivação) que se intensificou o jogging matinal de fim-de-semana visando, ao que parece, a preparação da participação em três meias maratonas, que de quando em vez me passa pela cabeça participar. É o princípio da demência, eu sei. Mas acho, também provável, que seja uma “pequenina” desculpa para não aturar mais a chefe ao fim-de-semana (mas isso não pode ser dito, por isso, não disse nada). De qualquer forma, e para ultrapassar definitivamente as possíveis causas justificativas, convém fixar algum objectivo (até porque haverá formas muito mais interessantes de perder calorias, quer-me parecer. Adiante).

Mais indispensável que a escolha do equipamento, locais de treino ou até, às vezes a própria companhia, é a pré-selecção da banda sonora, que se quer variada, ritmada e propiciadora de viagens per si. No primeiro treino, mais longo, a escolha (ainda em banho Maria – curioso, gosto deste termo) foi a seguinte:

Useless (Depeche Mode The Kruder & Dorfmeister Remix); There Comes Your Man (Pixies); Ruby (Kaiser Chiefs); Read my mind (The Killers); The Saints are coming (U2 & GreenDay); All I Need (Air); Banquet (Bloc Party); The Bitter End (Pacebo); In the Darkness (Tim Booth); Come Undone (Duran Duran); Casca (Toranja); Baila Morena (Zucchero); You’re Unbeliveble (Emf); Angel (Massive Attack); Feel Good Inc.(The Gorillaz); Eye (Smashing Pumpkins); There she goes (La’s); High & Dry (Radiohead); Drive(REM); Square One (Coldplay); Everybody Knows (Leonard Cohen); Quero é viver (Humanos); Song 2 (Blur); Electrical Storm (U2); Spanish Taster (Depeche Mode); Home (Simply Minds); Little winds (The Corrs); Some things (Tindersticks); I love you I kill you (Enigma); The Test (Chemical Brothers with Richard Ashcroft); Stop crying your heart out (Oasis); Lake of Fire (Nirvana); Hardly Wait (PJ Harvey by Julliete Lewis); Kiss me oh kiss me (David Fonseca); Sometimes (My Bloody Valentine); Letting the cables sleep (Bush); Cantiga de Amor (Rádio Macau); Burn (The Cure), Sympathy for the Devil (Rolling Stones), The Story (Brandie Carlie), We are going to miss you (James); Love Show (Skye)

Aceitam-se sugestões musicais e até, quem sabe, possíveis participações.

4 comentários:

Zexorcista disse...

Algumas sugestões, não necessariamente por esta ordem:

The Rolling Stones - Satisfaction;
Pete Tha Zouk/Portishead - Roads;
Amy Winehouse - Valerie;
AC/DC - Highway to hell;
Brothers in Arms - Dire Straits.

Mlee disse...

Fui proibida de fazer jogging por causa de um joelho e da minha coluna, e tenho saudades, muitas mesmo.
Substitui-o por um footing acelerado mas não é a mesma coisa ... schnif. ´´E um exercício fabuloso que, na minha mui modesta opinião, só é batido pela natação.
Nowhere fast - fire inc.
smooth - rob thomas and santana
beijinhos

Noiva Judia disse...

Costumo fazer o meu footing no Passeio Marítimo de Oeiras, à tardinha depois do emprego, como já lhe disse, mas sem o objectivo de entrar em maratonas (sejam minis ou completas). Faço-o como substituto do ginásio, pelo menos enquanto há luz de dia. Se um dia me quiser fazer companhia, é muito bem-vindo ;) Mas como lhe disse, só faço footing, não faço jogging e não quero atrasar o seu ritmo de treino. Quero que dê uma abada ao Sócrates na Maratona :)

Nikky disse...

Crente que, de facto, existem formas bem mais interessantes de perder calorias, e portanto não sendo adepta do jogging, muito menos matinal (prefiro mesmo a caminha, se é que me faço entender), não ofereço companhia, mas sugestão musical. No meu blog.

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin