7.16.2008

Desafio 1 - Autoretrato em 6 pontas soltas

Apesar (confesso) da minha falta de jeito para desafios, no seguimento do anterior (que era o segundo) e esperando que se proporcione algum tempo até ao próximo. Aqui segue a resposta ao primeiro desafio (bastante dificil por sinal) lançado pela menina Lover.

1.

Nasci com algo de quadro de Klimt. Uma Fénix de cores impossíveis que sempre renasce em tudo o que me cativa o olhar. Estampando sonhos de giz num Kimono sedoso. Invisível mas intenso aos sentidos.


2.
Cresci rodeado de livros, música e poemas. Neles aprendi a beleza das coisas simples e bebi a vontade de sabedoria que sempre escorreu nas minhas veias. Transformei-me numa espécie de água musical.

“Que música serias se não fosses água?”
(Eugénio de Andrade)


3.
Algo se apoderou de mim. Quando? Onde? ou Porquê? não o sei. Um inquilino que por vezes me deixa à deriva. Ao sabor deste mar. Apertado. Pequeno. Pequeno demais.

“You are dangerous cause you’re honest.
You are dangerous cause you don’t know what you want”
(U2)

4.
Quando me apetece estar só tenho um pouco de Moonlight Sonata. Noite, silêncio e gotas de luar a cair suspensas. Como mãos finas em teclas de marfim. Leves como o ondular àquela hora mágica, naquele local. Leves mas encorpadas. Como um vinho que permanece na boca.

5.
Também tenho Azul. Um Azul brilhante. Intenso. Um Azul de Creta nos meus olhos. Um Azul de sorrisos vorazes que voam como ave. De memórias e dejas vus. Um Azul de momentos singulares. Irrepetíveis. Que podem ser estranhos, incompreensíveis ou mesmo padecer depressa mas que nunca se esquecem. Na magia desse Azul. De azul em azul.

“Nunca mais este momento será teu, lentamente há-de chegar, o fim da linha enfim.
Nunca mais o mesmo modo, o mesmo sol, e a noite pouco a pouco, de azul em azul.

Nunca mais este momento voltará, lentamente o vento, o movimento, o mar, o ar.

Viajará esta noite rio a cima, e nunca mais o mesmo sol, o céu, a terra, Nunca mais”
(Rádio Macau)

6.
Quando morrer serei cremado para descansar no mar ou no deserto. Misturar-me-ei neles até desaparecer. Deixo essa escolha, talvez, à obra do acaso. Se por alguma ironia do destino voltar, já que tem de ser (e o tem de ser tem muita força), gostaria de me apresentar em árvore secular ou gato de telhado. O mais vadio possível.




Repasso este desafio às mesmas 7 meninas do desafio anterior trocando a menina Lover pela Noiva Judia apenas para ver se se deixam de desafios .)

8 comentários:

Lover disse...

Boa tarde Mr. Dry Martini,
Agradeço-lhe ter aceite o desafio e a resposta...mesmo estando longe de saber quem é...não posso esconder, que o som de fundo, desta maravilhosa Sonata, transparece-me uma pessoa num misto de paz e angústia...(espero mais uma vez, só ter acertado em parte)...
quanto á sua forma de escrever, já muit@s que por aqui passaram o disseram...Parabéns!

"intenso aos sentidos.uma espécie de água musical.à deriva.momentos singulares. Irrepetíveis.O mais vadio possível."

Xin-Xin

Rosa disse...

O auto-retrato está muito bem escrito. Mas não posso deixar de lhe gabar a paciência e invejar o tempo disponível.
:)

Dry-Martini disse...

Menina Lover,

Não teremos todos envoltos dum misto de paz e angústia? A consciência desse facto é, na minha modesta opinião, um bom contributo para uma paz interior.

XinXin

PS: O seu sexto sentido continua apurado mas continua também, talvez, a querer demasiadas verdades absolutas e directas, e quer-me parecer, também, que é algo que escasseia .)

Dry-Martini disse...

Cara Rosita,

Esteve quase quase a ser uma feliz (ou infeliz) contemplada, mas sabe que gosto do nº7 e apartir desse nº começa a ser perigoso juntar tantas beldades .)

Sou de facto uma pessoa paciente, quanto ao tempo engana-se redondamente, e aceito sugestões de o esticar. Sabe que, apesar de não achar muita graça a desafios, este anda a ser escrito desde 24 de Maio e por outro lado a escrita por vezes torna-se uma necessidade, difícil de controlar.

XinXin

Lover disse...

disse bem, Mr. Dry Martini, "TALVEZ"...porque sei bem que não há verdades absolutas...(infelizmente)nem simples verdades, o que também concordo...que escasseiam!

Xin-Xin

Eyes wide open disse...

:S eu sou péssima com desafios... temo que a lista de pendentes seja imeeensa (de grande... este imeeensa, lido sem a sonoridade nasalada de um discurso benzoca s.f.f.).


;)


Quando morrer, voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar... de Sophia, claro está.



*

Bé David disse...

Pois é...parece-me que anda a espalhar desafios... veja lá, não o desafiam a si mesmo e a sério!
Sim, porque por aqui tudo afinal é uma séria brincadeira... :)
Quanto ao quadro...adorei as cores e as formas...


Já pensou em pintar mesmo....?

Bjs* de tinta

Noiva Judia disse...

Desafio aceite. Será respondido para a semana, quando a Noiva acabar a sua "lua-de-mel" com o trabalho...

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin