11.20.2007

A estaca

Que os meus valores sejam firmes como uma estaca cravada na terra. Sólidas raízes com olhos de universo. Que tenham sempre a sensibilidade de absorver os elementos e se entusiasmar com impossíveis. Que acreditem num mundo melhor. Que do passado bebam futuro. Que dos erros tirem ensinamentos. Que na sua seiva corram sempre sorrisos e afectos. Onde o Tu se destaque do Eu. Que saibam perdoar e gozar as pequenas magias. Que as águas paradas da injustiça e do cinismo não os belisquem ou desgastem. Que mantenham as cores, rugas e texturas, não deixando transformar-se na pedra fria e polida. Cinzenta, oca, vazia. Que nunca se curvem. E se olharem, em algum momento para baixo, que seja apenas para ver o reflexo do céu.

3 comentários:

lilazdavioleta disse...

Amém .!

Andrómeda disse...

Tudo isso eu vejo em si. Você faz-me bem, Merlin. Mesmo muito bem. Só espero que seja recíproco - que eu lhe faça bem também :) E se não fizer, avise-me, porque estarei em falta.

Bé disse...

:)

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin