1.13.2007

O segredo

Vou contar-vos um segredo. Mas, por favor, não contem a ninguém. Deixaria de o ser e tornaria estas linhas desactualizadas. É mau estar desactualizado, não concordam? E são tão raros os segredos nos dias que correm... Guardem este e não se fala mais nisso.

Ora o segredo é que fui uma temporada para Plutão. Sim, Plutão.
Não acharam estranho aquela história de deixar de ser planeta? Fui eu pronto, desculpem! Uma mentirazita inocente também não faz mal a ninguém, quando em prole de alguma tranquilidade. Para além de que, ninguém lhe ligava. Agora então perdeu toda a atenção e proporcionou-me um merecido descanso. Precisava de viajar para bem longe e não gosto de espaços muito grandes. Foi o destino perfeito.

Um bocado frio, é certo, mas nada que uma lareira não resolva. De resto recomendo: três luas, pouca gente, dias mais longos e até foi baptizado por uma menina que se interessava por mitologia clássica sugerindo o nome romano equivalente ao Hades grego. Sabiam? Nada mais apropriado, Hades em grego significa invisível. Não se esqueçam, mantenham o segredo.

2 comentários:

lilaz disse...

Olá!
Bem,segredo por segredo,vou contar-lhe que há mtos,mtos anos, seres a quem chamamos dragões, já faziam o mesmo.Qdo queriam descansar, iam para um lugar,chamado,ñ invisivel, mas "sem nome".Certamente é o mesmo.mas cada um dá o nome q. mais gosta...
Há uns tempos, e como ando um pouco cansada,pensava nesse local.Agora com a sua recomendação e com um nome mais sugestívo,ñ tenho dúvidas,vou mesmo.Eu ñ duvidava dos dragões, só que duas opiniões, pesam mais.Mto obrigada.

Andrómeda disse...

Bem, não se esqueça pelo menos de de vez em quando fazer umas visitinhas a Andrómeda. Afinal, aí em Plutão fica até mais perto :)

Assíduos do shaker

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin